Aspectos de organização interna

Aspectos de organização interna

em 2 fev

I. Pertença por acordo e participação

O Colectivo chamado a tomar decisões no Passa Palavra é constituído por todos os companheiros e companheiras que concordem com os documentos de referência do Passa Palavra (Pontos de Partida e Estatuto Editorial) e que os apliquem na prática de forma regular e continuada. Enquanto a dimensão do Colectivo o permitir, a admissão de um novo membro será decidida por consenso na base de uma “apresentação” do candidato (quem é, no que participa, etc.).

II. Decisão por consensos

No Passa Palavra as decisões colectivas serão, preferencialmente, tomadas por consenso. A votação de decisões na base de maiorias e minorias deve ser considerada como um último recurso que necessita, da parte de todos e cada um, de um esforço prático e urgente de restabelecimento do consenso.

III. Democracia interna, rotatividade e partilha de competências

Só pode haver democracia interna se todos os membros do Colectivo tiverem em princípio a possibilidade de executar todas as tarefas necessárias e tiverem acesso a todos os materiais usados e a todas as decisões tomadas. Para que isto seja possível é necessário que todas as pessoas tenham conhecimento de todas as tarefas e as saibam realizar. Mas o Colectivo não pode funcionar na prática sem uma coordenadora. Como consequência, os membros do Colectivo têm de rodar pelas várias tarefas e funções. A disponibilidade dos materiais e o acesso aos mesmos terão de ser facilitados a todos para que o Colectivo exerça um controlo sobre quem executa.

IV. Encontros gerais, periódicos e abertos

Para além da Coordenação Rotativa, vulgo Rotativa, o Colectivo deve reunir sempre que seja considerado conveniente por um conjunto relevante de colaboradores.

V. Paridade luso-brasileira e rotatividade da Rotativa

Os membros da Rotativa são 4, procurando garantir a representação equânime dos países envolvidos. A renovação (rotação) de membros será mensal; é preferido o critério da oferta voluntária ao da eleição, e a renovação será de, no mínimo, dois membros.

VI. Tarefas da Rotativa

As duas atribuições da Rotativa são as seguintes:

– Organizar e propor a escala editorial (comentários, publicação de artigos e tradutores);

– Convocar a reunião semanal, aberta à participação de todos os integrantes do coletivo.

VII. Tarefas coletivas

Todos os integrantes do coletivo comprometem-se a cumprir as seguintes atribuições:

– Tomar conhecimento dos materiais que chegam, sejam textos ou audiovisuais, e publicá-los no site nas secções respectivas, corrigindo erros de ortografia e de sintaxe e, eventualmente, ajustando o próprio texto ao tipo de publicação (concisão, legibilidade, etc.), sendo nestes casos necessária a aprovação do(s) autor(es).

– Pedir esclarecimentos directamente a quem envia, se o texto tiver erros factuais, ou partes incompreensíveis ou menos claras, e pedir alterações se necessário, para adequar o texto ao Estatuto Editorial.

– Moderar preventivamente os comentários enviados pelos leitores, de modo a filtrar os comentários fascistas e outros de extrema-direita, insultuosos, obscenos, irrelevantes, publicitários, o lixo electrónico, etc. O moderador dos comentários dará conhecimento aos demais integrantes do Coletivo dos que forem por ele recusados.

– Estar atentos, se necessário consultando outros sites e jornais, aos acontecimentos importantes que mereçam notícias urgentes, redigindo-as ou encarregando outro membro do Colectivo de o fazer, ou pedindo a pessoas exteriores ao Colectivo, que disponham de mais conhecimentos sobre o assunto ou de mais tempo.

– Estimular os restantes membros do Colectivo para actividades concretas, nomeadamente, apoio a lutas, entrevistas, mesas-redondas, debates, e outras sessões, e para garantirem um fluxo continuado e vivo de conteúdos para o site. Embora qualquer membro do Colectivo deva convocar os outros, a Rotativa deve tomar esta iniciativa sempre que mais ninguém o fizer, na medida em que naturalmente dispõe de maior número de informações.

– Promover o estudo e o debate de temas dentro do Colectivo.

– Assegurar a publicação, em pdf descarregável no site, de uma selecção dos conteúdos mais relevantes de cada mês, com versões diferenciadas para cada país.

– Proceder a tudo o mais que achar necessário para estimular a actividade do Colectivo.




Passa Palavra


Copyleft © 2017 Passa Palavra

Atualizações RSS
ou Email