Toque de recolher no interior de São Paulo

Toque de recolher no interior de São Paulo

em 4 maio

Numa inusitada interpretação do direito de “ir e vir” e do Estatuto da Criança e do Adolescente, jovens de três cidades do noroeste de São Paulo estão proibidos de freqüentar lugares públicos a partir de certo horário. A decisão de impor um toque de recolher aos pirralhos foi tomada em conjunto por membros do Conselho Tutelar e juízes de duas regiões do estado. Só no dia 20/04, quando entrou em vigor, sete crianças foram recolhidas pela Polícia Militar por estarem desobedecendo à norma. Segundo o entendimento dos geniais autores da portaria, esta seria uma boa solução para afastar os menores da criminalidade e melhorar seus desempenhos escolares. Em caso de êxito, não seria lógico que tal medida se estendesse também aos adultos? Afinal, eles costumam dar muito mais trabalho que a garotada. Passa Palavra


Comentários 23

    • mariane de souza

      |

      maio 8, 2009

      |

      Eu sou adolescente e tenho 14 anos, e nao concordo com essa nova lei que diz que menores nao podem mais sair a noite … pois nem sempre esses adolescentes vao cometer algum ato de vandalismo ou coisa parecida .
      Acho que isso caberia aos pais decidirem o horario que seu filho pode sair ou chega , e nao a policia.

    • Thaiza

      |

      maio 10, 2009

      |

      Olha naum concordei muito com essa nova lei pq tenhu amigas ki sai pra balada agora saem com um pouco de insegurança,tenhu 16 anos i naum costumo sair anoite,so as vezes…mais se essa lei foi para o bem dos jovens é melhor assim mesmo…..Quem sabe acaba um pouco com a criminalidade em São Paulo!

    • malvina

      |

      maio 10, 2009

      |

      Sou mãe de adolescente em sao paulo e concordo totalmente com
      o toque de recolher porque os pais por trabalharem demais,
      acabam hoje em dia não controlando devidamente as saídas dos
      filhos. Por este motivo muitos deles estão nas drogas e
      tornando-se homosexuais por absoluta falta de direção que
      deveria ser dada pelos pais. Acredito que os filhos se sentem amados quando houvem um não, sentem-se protegidos !
      Espero que esta lei possa abranger o país como um todo, pois
      tenho pena dos atuais adolescentes brasileiros.
      Um abraço
      Malvina

    • João Bernardo

      |

      maio 11, 2009

      |

      Os comentários de Malvina e de Thaiza são curiosos, um de uma mãe e outro de uma filha, que ambas delegam na polícia aquilo que lhes devia caber a elas.
      O de Malvina é o mais trágico, porque representa a demissão dos pais enquanto educadores. Em breve teremos mães como esta a reivindicarem a presença de policiais dentro de casa. Também eu tenho pena dos adolescentes brasileiros, sobretudo daqueles cujas mães, como Malvina, colocam a homosexualidade no mesmo plano do consumo de estupefacientes e apelam à intervenção da polícia para impedir ambas as coisas.
      Agora você, Thaiza, com 16 anos e que não tem o hábito de sair à noite, daqui a poucos anos você verá que a verdadeira insegurança não está em lhe roubarem a bolsa, mas em a demitirem da empresa ou da escola e a deixarem sem salário. Experimente então chamar a polícia, para lhe dar segurança no emprego!

    • Renata

      |

      maio 12, 2009

      |

      Caro João, sou professora da rede pública, e infelizmente o q posso notar é a total desistencia dos pais em ser tutores dos próprios filhos, alegando falta de controle. Um absurdo! E na ausencia de alguem que possa impor regras só devemos apelar para lei, acho isso uma falta de pulso familiar, mas não podemos desacreditar que infelizmente é a nossa realidade. Não sou mãe, mas sou filha e acredito em minha educação, mas não é o que podemos ver em todas as famílias. A criminalidade aumenta e cada vez mais nossos jovens estão inseridos nessa sociedade criminal.

    • William

      |

      maio 13, 2009

      |

      Tenho 17 anos e é lógico que eu concordo. Estudo pela parte da manhã, faço SENAI a tarde. A noite em dia de semana não tenhu tempo para ir para as ruas (sei lá faze o que) depois das 7 horas da noite. E também nao intendo esse jovens que ficam perambulando pelas ruas a essa hora, simplesmente só pensa malicia mesmo, pra mim esses adolescentes que ficam na rua a essa hora só podem estar fazendo coisa errada. Os pais devem sim impor limites, mas nem sempre funciona, então a justiça precisou agir, e esse toque de recolher é a melhor coisa a fazer.

    • Jessica

      |

      maio 14, 2009

      |

      Sou adoslescente, 17 anos, até dois anos atras era de São Paulo capital e hoje moro em uma dessas cidades aonde o toque de recolher está em vigor. Sinceramente esta é uma lei, sem dúvida, arbitraria que pegou todos de surpresa, mas, é fundada na realidade da região, ondee CRIANÇAS bebem e se drogam de com tal intensidade que chega espantar. Não deixa de ser verdade que esta é uma lei imposta para mascarar a realidade dos esbelecimentoss, por exemplo, que não cumprem a lei e vendem bebidas e cigarros à menores, o que é totalmente normal por aqui. Contudo, os jovens por serem de cidades pequenas onde os salários sao baixíssimos, e em sua maioria serem de classes menos privilegiadas, nao possuem perspetiva de futuro, assim como seus proprios pais, e se estes nao são capazes de educa-los como deve-se essa medida por mais abusiva que seja, é sem dúvida, necessaria. Medida esta que há 4 anos vigora em Fernandopolis – Sp e é indiscutivel a redução brusca de casos de violência envolvendo adolescentes.

      PS. Ao ler o comentario da mãe Malvina fiquei deveras decepcionada, ao ver que ainda hoje há quem aponte o homossexualismo como conseguencia direta da delinquencia.

    • Chelly

      |

      maio 14, 2009

      |

      EU ACHO CERTO, POIS SE UM ADOLESCENTE TÁ NA RUA, E UM OUTRO ADOLESCENTE ESTÁ ARMADO, E ATIRA NO OUTRO QUE APENAS QUERIA SE DIVERTIR UM POUCO NA RUA! CONCORDO E CONCORDO, JÁ QUE OS PAIS NÃO ESTÃO IMPONDO OS LIMITES NECESSÁRIOS, A LEI TEM QUE TOMAR.

      APOIADISSIMO!

    • Helison Louredo

      |

      maio 14, 2009

      |

      Eu acredito que essa lei fere o direito constitucional de ir e vir e tambem ao direito da criança e do adolescente, eu não concordo, pois é tirar a liberdade deles.

    • carla

      |

      maio 14, 2009

      |

      Não concordei com isso não!
      acho que uma das obrigações dos Policiais é estar na rua fiscalizando, e também não temos que pagar por aqueles que saão infratores.
      e o caso dos homesexuais não tem absolutamente nada haver!
      e a educação tem que vir de casa, e o limites também. então cabe a cada um ter consciencia do que faz.

    • Guilherme Alencar

      |

      maio 16, 2009

      |

      Eu tenho 19 anos e concordo com o toque de recolher, acredito que todos os países,estados,cidade deveriam acatar a essa nova norma (lei), pois assim estariam protegendo os seus filhos, e a si mesmo, o jovem de hoje comete tantos crimes, crimes dos quais só adultos “deveriam cometer”, tem muito jovem que mata, estupra, e também há muitos jovens que vendem e revendem drogas, e um jovem que esteja na rua após esse horário seria um jovem de bem?
      Afinal porque um jovem de 17 anos, estaria na rua a esse horário?
      Coisa boa provavelmente não é, pois ele tem escola, e responsabilidades como qualquer outro cidadão de sua idade!

    • Amanda

      |

      maio 18, 2009

      |

      Concordo em alguns pontos!Porém a medida tomada para “tirar” as crianaçs ou adolescentes das ruas não é bem vista aos olhos dos jovens. (tenho 15 anos,e acredito que os jovens são influenciados,e perdem sua opinião para seguir o grupo.)O toque de recolher não vai fazer com que o jovem seja mais educado,mas tem o objetivo de estimular horários e proteção.Mesmo sendo injusto para muitos,vai amenizar o índice de assaltos,de mortalidade,de estupro,ou seja vai contribuir com o país!!!

    • |

      maio 25, 2009

      |

      Prezado,
      Primeiramente parabéns pelo site e pela discussão abordada. Contrariando-o, creio que não podemos estender este toque de recolher aos adultos, visto o flagrante descumprimento das normas constitucionais. Fica clara agora a pergunta : “Mas os menosres de idade também não são regidos pela constituição federal ?” A resposta é sim! Porém, é necessário considerármos que muitos pais e responsáveis perderam o controle sobre seus filhos e não mais conseguem gerenciar situações de crises entre si. Nestes casos cabe a intervenção do Estado através de medidas que repilam essa falta de controle. A “toque de recolher” poderia ser entendido como “toque de acolher”, pois o mesmo não só minoriza a reprodução da marginalidade entre menores, como tende a afastars os que são bons dos que são maus. O que um menor poderia estar fazendo de positivo fora de casa posteriormente às 23h? Penso que a vida noturna não é a melhor companhia para menores adolescentes que estão em plena formação de seu caráter. Um forte abraço!

    • Gabriela

      |

      jun 2, 2009

      |

      Eu tenho 16 anos e concordo plenamente com o toque de recolher. é óbvio que nem todos adolescentes são infratores ou saem as ruas (*a noite) para cometer delitos, mas infelizmente o governo não pode separar o trigo do joio. Se os pais são omissos, por diversos motivos, a única posição do estado quanto a criminalidade entre jovens e adolescentes tem que ser sim severa e totalitária. Fica claro também, que é praticamente impossível implementar o toque de recolher em grandes cidades, tendo em vista que o controle seria impossível devido a geografia entre outros fatores.
      Adorei a matéria
      ;)

    • Tayná((Ilha Comprida))

      |

      jun 22, 2009

      |

      Eu tenho 14 anos e também concordo com o toque de recolher.Pois para mim criança não deve ficar sozinha à noite na rua.
      Por causa dos perigos.]
      Adorei essa nova lei.

    • Jota

      |

      jun 23, 2009

      |

      Nao entendo varias coisas desses pontos de vista. O de Guilherme de Alencar é de um deles, voce tem 19 anos, e duvido muito que nao saía a noite quando tinha 16 ou 17 anos. A questao é que nao podemos generalizar, nem todo jovem de 17 anos que está na rua está vendendo drogas, consumindo alcool ou fazendo qualquer outro tipo de coisa. E a questao da responsabilidade tambem nao é relevante, pois adultos tambem tem responsabilidades, diga-se de passagem bem maiores, e nem por isso deixam de saír, um jovem nao deve deixar de gozar de sua juventude e das diversoes que o lugar em que mora lhe oferecem.
      O que está deixando de existir é o controle dos pais, que atribuem isso ao excesso de trabalho como Malvinia disse ali em cima. Tambem está deixando de existir o controle das autoridades em cima de estabelecimentos que vendem bebidas alcoolicas para menores de idade, assim como o controle em cima do trafico de drogas.
      Se querem diminuir criminalidade nao devem fazer pela metade, devem ficar em cima desses estabelecimentos, exercer o proprio trabalho contra o trafico de drogas, assegurar o bem estar social de todos os cidadãos, assim como nao os pribir de frequentar lugares que sejam para diversao e lazer.
      O que um jovem de 16 ou sei la que idade estaria fazendo em casa a noite numa sexta feira ou sabado?… se os pais saem ele com certeza aprontaria, (quem ai quando era jovem nunca viu uma garrafa de vodka ou sie la o que na geladeira de casa?)
      Sou totalmente contra essa lei, pois acho que ela somente “tapa” os buracos que os pais que nao tem controle em cima dos filhos e tao pouco os educam deixam.

    • Tyaila Rosas

      |

      jul 14, 2009

      |

      Não concordo com essa nova lei!!
      Tenho 14 anos e não posso sair à noite q chato!!

    • Ana Carolina

      |

      jul 15, 2009

      |

      Eu sou totalmente contra!
      Primeiro porque se for da índole da crinaça ou do adolescente fumar, roubar ou tantas outras coisas, independente do horário será feito.
      Isso é uma forma de tirar a responsábilidade dos pais, eles sim devem saber educar e dizer se o filho pode ou não sair e que horas deve voltar pra casa .

    • Lucas

      |

      jul 15, 2009

      |

      Bom, concordo plenamente com as palavras de “Jota”.
      Tenho 15 anos e não concordo com essa lei justamente pelos mesmos motivos que o “Jota” escreveu.
      Os culpados desses acontecimentos são dois: os pais por não terem mais controles dentro de suas próprias casas e o Governo de não exercer uma certa “pressão” aos ESTABELECIMENTOS QUE VENDEM BEBIDAS ALCOÓLICAS, TABACOS E OUTRAS DROGAS PARA OS JOVENS. Isso não diminuiria por completo o consumo de drogas por jovens, mas ajudaria e MUITO.
      Pelo visto, sou um adolescente e gosto muito de sair em um sábado à noite ou em uma sexta à noite, mas não é por causa disso que eu estarei fazendo “bobeiras” ou coisas negativas. Tenho consciência e cabeça para isso!! É claro que existem aqueles jovens que só pensam em fazer bobagens, mas também existem aqueles que saem para se divertirem.
      Me diz, por que o Governo não faz com que os estabelecimentos cumprem as leis também?? Por que criar uma nova lei só para poder proibir os jovens de se divertirem e se descontraírem um pouco?? POR QUE NÃO TOMAR UMA PROVIDÊNCIA RIGOROSA À ESSES ESTABELECIMENTOS???

      PORQUE OS POLÍTICOS ESTÃO INTERESSADOS EM GANHAR DINHEIRO!!!

    • Ana

      |

      jul 21, 2009

      |

      Olha sou Adolescente, tenho 13 anos e pow, não concordo com essa lei não, já basta os pais colocarem horários em seus filhos, agora tem mais essa ? olha eu acho que quem determina horário em nós são os pai e não a policia, em vez do governo se preocupar com a gente, se preocupe com o dinheiro do nosso brasil, de arrumar as estradas de dar comida aos pobres, eu não concordo nem um pouco, é em cima disso que o governo ganha dinheiro, e outra do que essa lei vai adianta ? em nada, por que os jovens podem muito bem irem pra casa de algum e fazer algo que eles não fazem ou fazem em publico, na boa, não é por que eu sou adocelescente que eu tenho que ficar quieta, eu vou impor meus direitos e não vou fica quieta em relação a isso, acho isso uma pouca vergonha, e ainda mais que nós estamos em férias, temos que voltar cedo pra casa, sabendo que a gente podia esta muito bem se divertindo, não concordo mesmo com isso, e se tem pais que acha justo, por que não sabe impor horário em filho, começa a por pra ver se não melhora, pai deslexado é assim mesmo, não esta nem ai e sai falando que concorda com a lei, por que o filho não tem horário pra volta quando sai, a me polpe de babaquices –‘
      é cada um que me aparece viu ¬¬
      Fique claro!

    • lucas sandoval borim

      |

      mar 12, 2010

      |

      EU acho isso um absurdo. hum eles só olha os de menor que sai na rua.. gente as faze dos 15 ate os 18 é a melhor depois tem que se preocupa com faculdade e trabalha. essa é melhor idade que não tem preocupação de nada. é época de sai de si diverti moderado.pra que fazer essa palhaçada… te certo dos 0 aos 13 anos tem ter um toque de recolher mais dos 14 ate os 18 eu nem concordo…tá ai as faze dos 15 anos as faze dos 16 dos 17 passa chega nos 18 tem que se preocupa com estuda e trabalha e na onde que vai ter um sorriso no rosto para aqueles que gostam de sai.. para gente todo mundo ja teve 15 anos eu vai fazer.. é a melhor faze da vida… hoje a minha mãe arrepende de não ter se divertido nos seus 15 anos de idade por causa que teve que trabalha na roça.. e o pai dele proibia.. o que deu não teve nenhuma diversão. a historia que minha mãe conta é apenas que ela trabalho so tristeza.. agora tem um monte de jovem que trabalha cortando pendão em roças isso é natural isso eles nem olha. para de tanta injustiça. deixa curti a faze do adolescente que é faze mais boa… hum eu ja tive meus 15 anos..

    • Robson Eustáquio de Mesquita

      |

      ago 26, 2010

      |

      É claro que a coisa funciona assim, por isso eu concordo com a opinião dela. Robson Eustáquio de Mesquita.

    • wagner costa

      |

      abr 24, 2011

      |

      Bom dia, Eu sou totalmente favoravél a essa portaria, pois se os pais não tem mais autoridade, é obrigação do Estado o papel de mander a ordem. Mesmo porque vivemos em uma total CRISE de AUTORIDADE, ninguem respeita mais ninguem, Pais, professores,autoridades perdeiram o respeito perante os jovem e adolecente, graças ao famoso ECA. È graças a essas pessoas que apoiam o liberalismo, que o País vive nesta situação.
      (Liberalismo sim, mais não somente para um lado!)
      Abraços!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Passa Palavra


Copyleft © 2017 Passa Palavra

Atualizações RSS
ou Email