Agir É Preciso! Apoio à viagem de familiares dos 43 de Ayotzinapa (México) ao Brasil

Agir É Preciso! Apoio à viagem de familiares dos 43 de Ayotzinapa (México) ao Brasil

em 27 abr

 

Aderindo ao chamado lançado pelo Exército Zapatista de Libertação Nacional (EZLN), uma rede de coletivos está organizando uma viagem ao Brasil de um grupo de familiares e colegas dos 43 estudantes da Escola Normal Rural de Ayotzinapa desaparecidos pelo Estado mexicano em setembro de 2014. Trata-se de uma iniciativa independente e militante, que depende de contribuições para se realizar.

CONTRIBUA PARA A VISITA DE FAMILIARES DOS 43 ESTUDANTES DESAPARECIDOS NO MÉXICO AO BRASIL

Ayotzinapa_2015

Escola Normal Rural de Ayotzinapa após o desaparecimento dos estudantes. É possível ler mais sobre o ocorrido aqui. Já a tradução dos comunicados zapatistas lançado à época pode ser lida aqui e aqui).

Na noite do dia 26 de setembro de 2014 o Estado Mexicano assassinou 6 pessoas e sequestrou 43 estudantes de uma tradicional escola de resistência camponesa em Ayotzinapa, no estado de Guerrero. Eles estavam reunidos ali a fim de arrecadar fundos para financiar a ida aos protestos do dia 2 de Outubro – data que marca, além das atrocidades no Carandiru, o aniversário do massacre de Tlatelolco, quando mais de 300 estudantes mexicanos foram também massacrados pela tirania do Estado em 1968.

Desde então, o movimento zapatista, junto com outras organizações, fez eco, em diversas ocasiões, à dor e às exigências das famílias dos estudantes desaparecidos. O Exército Zapatista de Libertação Nacional convocou pessoas e organizações de todo o mundo a se mobilizarem em apoio à comunidade da Escola de Ayotzinapa.

Recentemente, diversos coletivos autônomos aderentes ou simpatizantes à Sexta Declaração Zapatista da Argentina, do Uruguai e do Brasil estão se organizando para trazer familiares e colegas dos estudantes desaparecidos à América do Sul. Entendemos que o Estado que sequestra os estudantes mexicanos é o mesmo que mata e encarcera todos os dias nas periferias das cidades brasileiras. E se a violência de Estado ultrapassa fronteiras, nossa luta também o fará.

Para que isso possa acontecer, precisamos de contribuições para cobrir os custos de viagem, hospedagem e alimentação; receberemos aqui cinco pessoas (4 familiares dos desaparecidos e um estudante) que farão o trajeto México-Argentina-Uruguai-Brasil, sendo que aqui passarão por São Paulo e Rio de Janeiro, entre o final de maio e começo de junho. Precisamos arrecadar 14 mil reais para conseguir trazer essas pessoas. Para isso, pedimos a colaboração de todo mundo que puder ajudar. Qualquer contribuição é bem vinda!

Toda força para quem luta!

PARA CONTRIBUIR, POR FAVOR ESCREVA PARA: [email protected]
(responderemos assim que possível com os dados bancários para transferência)

Assinam:
Mães de Maio
Movimento Passe Livre – São Paulo (MPL-SP)
Casa Mafalda Espaço Autônomo
Coletivo Autônomo dos Trabalhadores Sociais (CATSO)
Rede 2 de Outubro
Espacio de Lucha Contra el Olvido y la Represión (ELCOR) – Red Contra la Repression (México)
Margens Clínicas
Comboio Moinho Vivo
Rizoma Tendência Estudantil Libertária
Coletivo Desentorpecendo A Razão (DAR)

Ayotzinapa_Agir_Gd


Comentários 1

    • Suzi

      |

      abr 28, 2015

      |

      O Sarau do Binho também apoia esta causa e queremos de alguma forma contribuir.
      Binho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Passa Palavra


Copyleft © 2017 Passa Palavra

Atualizações RSS
ou Email