Aderindo ao chamado lançado pelo Exército Zapatista de Libertação Nacional (EZLN), uma rede de coletivos está organizando uma viagem ao Brasil de um grupo de familiares e colegas dos 43 estudantes da Escola Normal Rural de Ayotzinapa desaparecidos pelo Estado mexicano em setembro de 2014. Trata-se de uma iniciativa independente e militante, que depende de contribuições para se realizar.

CONTRIBUA PARA A VISITA DE FAMILIARES DOS 43 ESTUDANTES DESAPARECIDOS NO MÉXICO AO BRASIL

Ayotzinapa_2015
Escola Normal Rural de Ayotzinapa após o desaparecimento dos estudantes. É possível ler mais sobre o ocorrido aqui. Já a tradução dos comunicados zapatistas lançado à época pode ser lida aqui e aqui).

Na noite do dia 26 de setembro de 2014 o Estado Mexicano assassinou 6 pessoas e sequestrou 43 estudantes de uma tradicional escola de resistência camponesa em Ayotzinapa, no estado de Guerrero. Eles estavam reunidos ali a fim de arrecadar fundos para financiar a ida aos protestos do dia 2 de Outubro – data que marca, além das atrocidades no Carandiru, o aniversário do massacre de Tlatelolco, quando mais de 300 estudantes mexicanos foram também massacrados pela tirania do Estado em 1968.

Desde então, o movimento zapatista, junto com outras organizações, fez eco, em diversas ocasiões, à dor e às exigências das famílias dos estudantes desaparecidos. O Exército Zapatista de Libertação Nacional convocou pessoas e organizações de todo o mundo a se mobilizarem em apoio à comunidade da Escola de Ayotzinapa.

Recentemente, diversos coletivos autônomos aderentes ou simpatizantes à Sexta Declaração Zapatista da Argentina, do Uruguai e do Brasil estão se organizando para trazer familiares e colegas dos estudantes desaparecidos à América do Sul. Entendemos que o Estado que sequestra os estudantes mexicanos é o mesmo que mata e encarcera todos os dias nas periferias das cidades brasileiras. E se a violência de Estado ultrapassa fronteiras, nossa luta também o fará.

Para que isso possa acontecer, precisamos de contribuições para cobrir os custos de viagem, hospedagem e alimentação; receberemos aqui cinco pessoas (4 familiares dos desaparecidos e um estudante) que farão o trajeto México-Argentina-Uruguai-Brasil, sendo que aqui passarão por São Paulo e Rio de Janeiro, entre o final de maio e começo de junho. Precisamos arrecadar 14 mil reais para conseguir trazer essas pessoas. Para isso, pedimos a colaboração de todo mundo que puder ajudar. Qualquer contribuição é bem vinda!

Toda força para quem luta!

PARA CONTRIBUIR, POR FAVOR ESCREVA PARA: #ff0000;">[email protected]
(responderemos assim que possível com os dados bancários para transferência)

Assinam:
Mães de Maio
Movimento Passe Livre – São Paulo (MPL-SP)
Casa Mafalda Espaço Autônomo
Coletivo Autônomo dos Trabalhadores Sociais (CATSO)
Rede 2 de Outubro
Espacio de Lucha Contra el Olvido y la Represión (ELCOR) – Red Contra la Repression (México)
Margens Clínicas
Comboio Moinho Vivo
Rizoma Tendência Estudantil Libertária
Coletivo Desentorpecendo A Razão (DAR)

Ayotzinapa_Agir_Gd

1 COMENTÁRIO

  1. O Sarau do Binho também apoia esta causa e queremos de alguma forma contribuir.
    Binho

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here