Crítica da razão racista

Crítica da razão racista

em 6 jan

Disse-me uma amiga que esperava o ônibus quando um passou direto pelo ponto. Uma senhora, irritadíssima talvez por esperar mais que o suportável, entrou como que num surto. “Isso deve ser essa gente do interior! Esse povo que vem pra cidade e não sabe trabalhar! Coisa de preto mesmo!” A amiga não perdeu tempo: “E a senhora é uma racista!” A senhora, então: “E você é burra! Bem se vê, usa até mochila!” Passa Palavra


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Passa Palavra


Copyleft © 2018 Passa Palavra

Atualizações RSS
ou Email