Gerando engajamento

Menos de 24h após publicarmos o texto “O que aprendi sobre Marx trabalhando em uma empresa transnacional”, um dos nossos integrantes recebeu a seguinte publicidade: “LIDERANDO NA CRISE: um curso que vai aperfeiçoar as competências dos empresários, gestores e profissionais de gestão para gerar engajamento e produtividade no ativo humano da empresa. Através de ferramentas de coaching e de gestão, o curso busca alavancar a performance de sua equipe”. Destinado a líderes e gestores de micro e pequenas empresas, Liderando na crise oferece descontos especiais para sindicalizados. Para quem ainda não entendeu o que é mais-valia relativa, oferecemos mais um exemplo. Passa Palavra

A vida como ela é

Logo no topo da lista de assuntos a serem julgados pelo STF no dia seguinte, um chama a atenção. Uma empresa quer se livrar do recolhimento da previdência e leva o Tribunal a discutir “o alcance da expressão ‘folha de salários’”. Passa Palavra

Não sou cagueta

Na entrevista de emprego, perguntaram o que faria se visse algum colega roubando livros. Prontamente respondeu: “Não vou fazer nada. Vocês têm câmeras de vigilância pra isso”. Passa Palavra

Coitado do patrão…

Dirigente sindical, do alto do carro de som: “Muita gente tá achando que a reforma da previdência só vai atingir os trabalhadores, mas não é assim, não. Vai atingir a classe patronal também. Vai começar a aparecer um monte de gente com mais de 70 anos para trabalhar, imaginem a situação!” Passa Palavra

Das voltas que a vida dá (3)

Era o auge da guerra civil e greves ocorriam apesar da existência do “estado operário”. O mesmo dirigente partidário local que havia pedido “calma” aos trabalhadores, e que recebeu destes a mesma resposta tempos depois, havia apresentado, em 1919, uma proposta ao conselho central dos sindicatos para tentarem resolver os problemas dos trabalhadores e, para tal, “lutarem com todas as suas forças contra as tendências grevistas desorganizadoras, explicando-lhes a natureza desastrosas destes métodos”. Passa Palavra

Sem greve e com emoção II

A passeata contra a “reforma” da Previdência passa em frente a uma loja e o animador, que fica anunciando as ofertas no microfone, se empolga e, por alguns segundos, se apropria daquele meio de trabalho: “É isso aí, a gente precisa ir pra rua lutar pra conseguir as coisas! Se eu não tivesse aqui trabalhando tava aí com vocês!Passa Palavra

Das voltas que a vida dá (2)

Quando os trabalhadores numa luta de vida ou morte mais precisaram daquele respeitado dirigente partidário local, só uma palavra foi o que lhes soube dizer: “calma!” Quatro anos mais tarde, quando aquele respeitado dirigente travava uma luta de vida ou morte dentro de sua organização dizendo posicionar-se em nome dos trabalhadores, aqueles que lá fora ainda lutavam em silêncio lhe disseram: “calma!” Passa Palavra

Sem greve e com emoção I

Questionada na véspera sobre a greve do dia 15/03, a direção responde ao pai do aluno: “nossos professores não fazem greve, fazem aula”. No alvorecer do dia 15, a orientadora educacional pede que todos os professores compareçam ao refeitório, pois é aniversário da diretora, e haverá uma festa surpresa “para homenageá-la com muita emoção!” Passa Palavra

Das voltas que a vida dá (1)

Lutadores, lutaram. Ao lutar, viram nele a encarnação de seus princípios, apesar de sua fama de zigue-zagues. Seguiram-no. Polemizaram, romperam relações, brigaram, mataram, tudo em seu nome, mesmo quando suas ações lhes pareciam as mais duras. Na luta final, confrontaram adversários fortes como o aço. Derrotados, dispersos, perseguidos, alguns tentaram ainda resistir, muitos foram mortos, outros tantos presos, mas ele conseguiu escapar. Ficaram para trás e, enquanto combatiam o frio, a fome, a doença e os ratos por detrás das grades de suas celas imundas, viam, impotentes e perplexos, seus adversários implementarem suas propostas como se algum dia houvessem sido eles a formulá-las. Passa Palavra

Você também é da tática?

Em um ato no Rio de Janeiro, em meio a bombas de gás lacrimogênio e tudo mais, dá-se o seguinte diálogo:
– Companheiro! Você também é da tática?
– Não, não. Da estratégia. Anônimo

A revolução não será uberizada

No centenário de um evento revolucionário de proporções épicas, certo periódico anticapitalista, cuja equipe é integralmente composta por militantes voluntários, propôs a seu público leitor colaborar com seus esforços de celebração e crítica da efeméride por meio da tradução de alguns artigos selecionados. No afã do evento, houve quem incorporasse muito entranhadamente o espírito da coisa, ao ponto de protestar bradando ao mundo virtual que o periódico queria era explorar os tradutores fazendo-os trabalhar de graça. Passa Palavra

Oportunismo de esquerda

Conversa entre militantes de cidades diferentes:
— Agora que o movimento está refluindo aqui, estamos tentando não repetir os mesmos erros que a organização de vocês cometeu aí.
— Ah, é? Que erros?
— Esse oportunismo de esquerda… Ficar só fazendo luta seguida de luta, sem construir a própria organização.
Passa Palavra