25 AGOSTO 2013 (BR-PE) Recife Resiste! Militantes são sequestrados e torturados em Recife

25 AGOSTO 2013 (BR-PE) Recife Resiste! Militantes são sequestrados e torturados em Recife

em 25 ago

Desde quarta-feira (22), quando acorreram manifestações populares no centro de Recife, vem sendo publicamente denunciado que POLICIAIS ESTÃO SEQUESTRANDO E TORTURANDO MANIFESTANTES.

Pelo menos 4 pessoas foram SEQUESTRADAS POR POLICIAIS À PAISANA. Os relatos contam que as vítimas estavam em casa ou na rua de casa quando foram abordadas violentamente, derrubadas e algemadas, depois forçadas a entrar em um carro grande e preto.

Enquanto davam voltas pela cidade, aconteciam as SESSÕES DE TORTURA com espancamento, choque com taser e ameaças de morte com arma de fogo apontadas para as vítimas.

Algumas pessoas ainda estão DESAPARECIDAS!

Uma vítima foi encontrada, horas depois do seu desaparecimento, jogada inconsciente em uma rua e com marcas de agressão por todo o corpo.

Uma outra foi torturada com o objetivo de conseguirem informações sobre novos protestos e sobre o grupo Anonymous-PE e Black Block, inclusive informações sobre outros membros.

Outra vítima foi levada pelos POLICIAIS SEQUESTRADORES até uma delegacia cujo delegado não estava presente na ocasião (nem mesmo o substituto, o que é muito estranho). Foi jogada ao chão de uma sala e espancada violentamente pelos policias com chutes na cabeça. A tortura só acabou quando outro policial que estava presente na delegacia interviu e disse para pararem.

Sabemos que policiais são responsáveis por sequestros, torturas e assassinatos dioturnamente, contribuindo para o genocídio das/os jovens, pobres e negras/os. Amarildo foi sequestrado, torturado e assassinado, e ainda teve o corpo ocultado, por PMs da UPP-Rocinha. Mas a ação desta quarta FOI ORQUESTRADA, pois contou com o apoio do serviço de inteligência do Estado, que mapeou manifestantes e teve acesso a todos os seus dados, como fizeram questão de deixar claro para as vítimas, sendo usados, inclusive, para ameaçar, como parte da tortura.

A ordem de sequestrar, ameaçar e torturar manifestantes para conseguir informações ou para simplesmente amedrontar (depende da situação) veio de cima e foi dada diretamente aos policiais responsáveis pela “missão”. Acreditamos, portanto, que tais ordens vieram DIRETAMENTE DO GABINETE DO GOVERNADOR Eduardo Campos (PSB), que além de ter utilizado a PM como milícia pessoal para dispersar a manifestação do dia 22, utilizou métodos das ditaduras para desbaratinar as organizações mais radicais de manifestantes.

Dois casos semelhantes aconteceram no Rio de Janeiro, em Junho, quando estouraram as grandes manifestações populares. O primeiro foi o sequestro relâmpago de um sociólogo, que sofreu ameaças do tipo “não volte a dar declarações sobre a PM”, pois a vítima tinha declarado que a PM era violenta e deveria acabar alguns dias antes do ocorrido. O segundo caso foi o sequestro de um militante do PSOL, que sofreu ameaças para não voltar a participar de protestos. Ambos os casos aconteceram no centro da cidade, as vítimas foram abrigadas a entrar em um carro preto com insulfilm escuro. Existem fortes suspeitas de participação de policias e outros agentes do estado.

Abaixo, alguns relatos, fotos e informações:

https://www.facebook.com/vatsyani.ferrao1/posts/568535566533335
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=568776433175915&set=a.568776226509269.1073742126.100001306911536&type=1&permPage=1
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=287301968079402&set=a.159825834160350.40248.130420107100923&type=1&ref=nf
https://www.facebook.com/jbsanonimus

Fonte: Cultura Verde

— Recife Resiste!
[email protected]
http://reciferesiste.org
http://twitter.com/reciferesiste


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Passa Palavra


Copyleft © 2017 Passa Palavra

Atualizações RSS
ou Email