Crise e oportunismo: o internacionalismo anticapitalista em tempos de Fórum Social Mundial

Crise e oportunismo: o internacionalismo anticapitalista em tempos de Fórum Social Mundial

em 14 mar

Um evento nascido sob dois signos – o ápice da onda anticapitalista internacional que se convencionou chamar “movimentos anti-globalização”; e o redirecionamento destas lutas, por parte de um setor moderado da esquerda global, para a construção de um capitalismo “mais justo”. Por Manolo

Crise e oportunismo: o internacionalismo anticapitalista em tempos de Fórum Social Mundial (1)

Instrumento de luta ou encontro da esquerda global? Mobilização mundial ou cooptação das lutas? Esta série tenta analisar estes aspectos do Fórum Social Mundial aos dez anos de sua primeira edição. Por Manolo

Crise e oportunismo: o internacionalismo anticapitalista em tempos de Fórum Social Mundial (2)

Um breve resgate histórico da luta anticapitalista internacionalizada promovida através da Ação Global dos Povos pode ajudar a compreender a história dos Fóruns Sociais Mundiais, objeto desta série. Por Manolo

Crise e oportunismo: o internacionalismo anticapitalista em tempos de Fórum Social Mundial (3)

É no momento em que refluem as ações anticapitalistas internacionais mais radicalizadas, e como resultado das expectativas de um setor moderado da esquerda mundial, que a proposta do Fórum Social Mundial toma corpo. Por Manolo

Crise e oportunismo: o internacionalismo anticapitalista em tempos de Fórum Social Mundial (4)

Da “internacionalização” do Fórum Social Mundial até seu perceptível desgaste, um longo e tenso caminho foi percorrido. Por Manolo

Crise e oportunismo: o internacionalismo anticapitalista em tempos de Fórum Social Mundial (5)

O FSM pertence a uma era de novos sujeitos geopolíticos transnacionais – empresas transnacionais, ONGs internacionais, máfias e organizações semelhantes, redes militantes supranacionais, trabalhadores migrantes etc. – e é a correlação das forças destes sujeitos que deve ser compreendida para analisá-lo. Por Manolo

Crise e oportunismo: o internacionalismo anticapitalista em tempos de Fórum Social Mundial (6)

Nesta parte, analisaremos o braço esquerdo do bloco dominante na geopolítica global – as ONGs internacionais. Por Manolo

Crise e oportunismo: o internacionalismo anticapitalista em tempos de Fórum Social Mundial (7)

Num balanço final, o FSM revela-se um freio às lutas sociais – mas, ao mesmo tempo, um poderoso instrumento de mobilização a ser aproveitado. Por Manolo


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*



Passa Palavra


Copyleft © 2017 Passa Palavra

Atualizações RSS
ou Email