Comunicado das Mães de Maio, 24 de Novembro de 2009

MÃES DE MAIO PRESENCIAM VIOLAÇÕES DE DIREITOS HUMANOS NO RIO DE JANEIRO, E SE SOLIDARIZAM COM AS VÍTIMAS

NÓS, MÃES E FAMILIARES DAS VÍTIMAS DO ESTADO BRASILEIRO EM MAIO DE 2006, VIEMOS MANIFESTAR AQUI A NOSSA EXTREMA PREOCUPAÇÃO COM OS EPISÓDIOS RECENTES QUE ALGUMAS DE NOSSAS COMPANHEIRAS PRESENCIARAM NA CIDADE DO RIO DE JANEIRO.

NO INÍCIO DESTA SEMANA, EM RAZÃO DA HOMENAGEM AOS SETE ANOS DO ASSASSINATO DE HANRY SILVA GOMES DE SIQUEIRA (FILHO DA COMPANHEIRA MÁRCIA JACINTHO, DA REDE DE COMUNIDADES E MOVIMENTOS CONTRA VIOLÊNCIA) AS NOSSAS COMPANHEIRAS DÉBORA MARIA E RAILDA ALVES ESTIVERAM NAS COMUNIDADES DE ACARI E LINS, NO RIO DE JANEIRO, PARA MARCAR PRESENÇA E REFORÇAR A SOLIDARIEDADE ENTRE [email protected]@S FAMILIARES E [email protected] VÍTIMAS DA VIOLÊNCIA DO ESTADO BRASILEIRO.

ENTRETANTO, ALÉM DE PARTICIPAR DO ATO, AS COMPANHEIRAS DÉBORA E RAILDA ACABARAM PRESENCIANDO UMA SÉRIE DE EPISÓDIOS DE PERSEGUIÇÃO E REPRESSÃO, QUE TEM SIDO A REGRA COTIDIANA EM TODAS AS FAVELAS E PERIFERIAS DO PAÍS. DURANTE A PRÓPRIA MANIFESTAÇÃO NO MORRO DO GAMBÁ, EM LINS, HOUVE PROVOCAÇÕES POR PARTE DE POLICIAIS E, MAIS TARDE, NÓS PUDEMOS TESTEMUNHAR NOVOS CASOS GRAVES DE PERSEGUIÇÃO E ABUSO POLICIAL EM ACARI.

CONFORME JÁ TÍNHAMOS NOTÍCIA, E PUDEMOS COMPROVAR, A FAVELA DE ACARI PASSA HÁ MAIS DE UM MÊS POR GRAVES PERTURBAÇÕES E SOFRIMENTOS DEVIDO A “OPERAÇÕES” VIOLENTAS DAS POLÍCIAS CIVIL E MILITAR. HÁ DIVERSAS DENÚNCIAS DE EXECUÇÕES SUMÁRIAS, AGRESSÕES, VIOLAÇÕES DE DOMICÍLIO, AÇÃO IRRESPONSÁVEL DE POLICIAIS COLOCANDO EM RISCO [email protected] E CRIANÇAS EM PARTICULAR, PRINCIPALMENTE AS NEGRAS.

AO MESMO TEMPO, A POLÍCIA PARECE ESTAR APROVEITANDO A ONDA DE “OPERAÇÕES” PARA REALIZAR INTIMIDAÇÕES E AMEAÇAS A MILITANTES QUE LUTAM PELO RESPEITO AOS DIREITOS HUMANOS NA COMUNIDADE. ONTEM, O COMPANHEIRO JOSÉ LUÍS FARIA DA SILVA, MORADOR DE ACARI E TAMBÉM MILITANTE DA REDE, TEVE MAIS UMA VEZ SUA CASA ARROMBADA E INVADIDA POR POLICIAIS. APARENTEMENTE ISSO ACONTECEU ENQUANTO JOSÉ TINHA SAÍDO DA COMUNIDADE PARA PARTICIPAR CONOSCO DA MANIFESTAÇÃO NO LINS, EM MEMÓRIA DO ASSASSINATO DE HANRY POR POLICIAIS MILITARES HÁ SETE ANOS.

EM 31/03/2009 (NUMA DATA EMBLEMÁTICA!) A CASA DO COMPA ZÉ LUÍS JÁ TINHA SIDO INVADIDA, ENQUANTO ELE ESTAVA FORA PARTICIPANDO DE MANIFESTAÇÃO EM LEMBRANÇA DA CHACINA DA BAIXADA. MUITA COINCIDÊNCIA PARA TUDO SER “MERA COINCIDÊNCIA”…. A COMPA MARIA DA PENHA, EX-ESPOSA DE JOSÉ LUÍS E MÃE DE MAICON, ASSASSINADO EM 1996, TAMBÉM TEVE SUA CASA REVISTADA POR POLICIAIS ANTEONTEM (NESTE CASO NÃO HOUVE ARROMBAMENTO).

JOSÉ LUÍS, VANDERLEI DA CUNHA (DELEY DE ACARI), MARCO ANTÔNIO BARBOSA, SÃO MORADORES E MILITANTES DA COMUNIDADE QUE TEM UM LONGO HISTÓRICO DE AMEAÇAS E INTIMIDAÇÕES CONTRA ELES, DEVIDO AO TRABALHO E CORAGEM COM QUE DENUNCIAM E TESTEMUNHAM CONTRA A VIOLÊNCIA POLICIAL. VÁRIAS DESSAS AMEAÇAS ESTÃO RELATADAS NA DENÚNCIA DIVULGADA PELA REDE NO INÍCIO DESTE ANO.

DIANTE DA GRAVIDADE E URGÊNCIA DOS FATOS, AS “MÃES DE MAIO” VÊM AQUI EXIGIR QUE CESSEM AS AMEAÇAS E VIOLAÇÕES DE DIREITOS HUMANOS POR PARTE DO ESTADO. E REAFIRMAR NOSSO COMPROMISSO COTIDIANO DE ESTARMOS [email protected] E [email protected] A TODO E QUALQUER TIPO DE REPRESSÃO QUE O ESTADO CONTINUE A OUSAR FAZER CONTRA QUALQUER UM/UMA DE [email protected] COMPAS. PRINCIPALMENTE CONTRA @S FAMILIARES E [email protected] DE VÍTIMAS.

NÓS, FAMILIARES E [email protected] DE VÍTIMAS DO ESTADO BRASILEIRO, FORMAMOS UMA REDE NACIONAL CADA VEZ MAIS UNIDA E FOCADA NA MESMA LUTA PELA MEMÓRIA, PELA VERDADE E POR JUSTIÇA!

SEGUIMOS [email protected]!

MÃES DE MAIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here