Mensagem sobre Atenco desde A Outra Nova Iorque

A nossas irmãs e irmãos da Frente de Povos em Defesa da Terra:
A nossas irmãs e irmãos zapatistas:
A nossas companheiras da Outra Campanha:
A [email protected] [email protected] da Zezta Internazional:
A [email protected] [email protected] aderentes a Campanha Internacional em Defesa do Bairro e nossos aliados de todo o mundo:

Recebam saudações solidárias das mulheres, homens e crianças, os marginalizados sociais pertencentes a Outra Campanha Nova Iorque, Movimento por Justiça do Bairro, no leste de Harlem zapatista.

Hoje, 03 de maio de 2010, no quarto aniversário da repressão, os assassinatos, as prisões, os estupros, as torturas, e as invasões de casas cometidas pela polícia militarizada em Atenco, o Movimento por Justiça do Bairro reafirma nosso compromisso com a luta por justiça para o povo digno de San Salvador Atenco, México.

Hoje, neste quarto aniversário da repressão, comemoramos ao lutador social Alexis Benhumea e a Javier Cortez que foram assassinatos pelo mal governo durante o ataque brutal. Recordamos-lhes com dor. Recordamos-lhes decididos a lutar para que sua morte não seja em vão. Para que um dia possamos viver no mundo onde caibam os muitos mundos que eles sonharam.

Hoje, neste quarto aniversário da repressão, também queremos reconhecer a força das grandes mulheres lutadoras que foram estupradas pela polícia durante a tomada do pueblo pelas mãos da polícia militarizada. Nos indigna sua dor e nos admira sua valentia, pois não apenas têm suportado os mais inimagináveis sofrimentos. Elas têm lançado à luz a brutalidade e tortura sexual cometidas pelo Estado contra as mulheres que lutam por justiça. Por essas mulheres dignas que o Estado tratou de humilhar se conheceu a dimensão da crueldade com a que atuou a polícia militarizada. Sua voz valente cresce em nós, e esperamos nos fazer merecedores de sua dignidade.

Hoje, neste quarto aniversário da repressão e desde o outro lado, como migrantes com coração e memória nos unimos com nosso grito de raiva ao de nossos queridos [email protected] da Frente de Povos em Defesa da Terra, que possuem familiares presos cumprindo penas absurdas por crimes inventados, enquanto os verdadeiros criminosos do mal governo não são acusados de nada.

Desde aqui em Nova Iorque exigimos:
1) Liberdade aos 12 presos políticos de Atenco
2) Que a Suprema Corte de Justiça revise com imparcialidade o caso de Atenco.
3) Cancelação das ordens de apreensão aos 2 [email protected];
4) Revogação e anulação das sentenças;
5) Respeito irrestrito dos direitos humanos dos detidos e [email protected];
6) Punição aos responsáveis das violações aos direitos humanos.

Nós não descansaremos até que estas demandas sejam cumpridas.

Também pedimos humildemente aos povos dignos do mundo que [email protected] se unam a Campanha Nacional e Internacional Liberdade e Justiça para Atenco
http://www.atencolibertadyjusticia.com/
Para que [email protected] consigamos justiça para [email protected] [email protected] irmãs e irmãos de Atenco.

Todos Somos Atenco!
Presos Políticos, Liberdade!

Desde a Outra Nova Iorque, fraternalmente:
Movimento por Justiça do Bairro

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here