Boletim de imprensa nº 1

7 de julho de 2010
A Brigada Européia de Apoio [email protected] Zapatistas saiu de San Cristóbal rumo a Comitán.
Os integrantes estiveram, como primeira etapa de sua viagem, na comunidade de Mitzitón (aderente A Outra Campanha) onde se encontraram com as autoridades ejidais.

No marco dos objetivos da Brigada, o grupo de ativistas europeus se solidarizaram com essa comunidade que está resistindo contra as agressões paramilitares do denominado grupo “Alas de Aguila – Ejercito de Dios”, chefiado por Carmen Díaz, sem que o governo faça algo sobre as ameaças e provocações deste grupo.

Durante o encontro, as autoridades nos contaram como vêm sofrendo por culpa dos paramilitares, que são um grupo de vizinhos que não têm direito sobre a terra porque há anos não cooperam com os gastos comuns, nos trabalhos comunitários e muito menos cuidam dos bosques onde fazem cortes indiscriminados de árvores.

O problema principal, denunciam as autoridades, é a cobertura que o governo estatal brinda aos paramilitares. Não apenas econômica, mas também politicamente. Talvez possa ser que o governo estatal em vez de cumprir com as demandas da comunidade de Mitizón de realocar aos paramilitares do Exército de Deus, melhor queira realocar as duas partes e ficar com as terras deste ejido, para depois entregar-lhes aos grandes investidores transnacionais e aos seus megaprojetos turísticos, já que justamente por terras ejidais de Mitzitón, está projetada a rodovia San Cristóbal-Palenque, que as comunidades são contrárias.

A brigada terminou com uma visita ao bloqueio da rodovia San Cristóbal-Comitán. As autoridades ejidais denunciam que esta medida extrema de luta se deve ao fato do governo não cumprir com seu dever: realojar os paramilitares.

No dia seguinte da visita levantou-se o bloqueio depois de um encontro das autoridades ejidais com representantes governamentais. No entanto, a comunidade de Mitzitón concedeu apenas um prazo de um mês para que o governo cumpra com o realojamento do Exército de Deus e faça justiça de uma vez, pelas agressões constantes executadas pelos paramilitares contra a comunidade.

Brigada Européia de Apoio [email protected] Zapatistas

Tradução: Passa Palavra

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here