Autogestão em Contexto

Autogestão em Contexto

em 31 maio

Esta série em 4 partes tem por objetivo refletir sobre a autogestão das unidades produtivas de uma economia nacional a partir de seus contextos históricos e políticos. Por Lucas

Esta série em 4 partes tem por objetivo refletir sobre a autogestão das unidades produtivas de uma economia nacional a partir de seus contextos históricos e políticos. É certamente um objeto de estudo que merece maior aprofundamento e que aqui ganha um tratamento apenas introdutório e comparativo, dentro dos limites de uma pesquisa diletante-militante. A proposta é abordar três casos particulares do passado recente e do presente onde a autogestão fez parte, de uma forma ou de outra, dos processos econômicos e sociais experimentados pela classe trabalhadora. Um dos objetivos desta pequena pesquisa e reflexão é entender melhor a relação entre a tomada do poder pelos trabalhadores nos locais de trabalho e os processos produtivos mais amplos, históricos, nos quais o movimento proletário se afirma.

Iugoslávia, Chile e Argentina 1) Iugoslávia

Qual foi a experiência do socialismo iugoslavo? Por Lucas

Iugoslávia, Chile e Argentina 2) Chile

As experiências de autogestão no Chile se destacaram pela constante tensão entre as iniciativas do governo a e as ações autônomas do proletariado. Por Lucas

Iugoslávia, Chile e Argentina 3) Argentina

A grande característica das experiências de autogestão da Argentina atual é a conflituosidade com que nascem essas experiências. Por Lucas

4) A modo de continuação

Pois bem, como organizar estes exemplos e retirar deles um entendimento sobre a luta de classes? Por Lucas


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Passa Palavra


Copyleft © 2017 Passa Palavra

Atualizações RSS
ou Email