Os trabalhadores da Zona Azul [estacionamento público] de Florianópolis (Santa Catarina) contestam a proposta de privatização que, entre outras coisas, traria demissões. Dada a negativa do sindicato em avançar com a luta, os trabalhadores, com o apoio de outros sindicatos mais combativos da cidade, resolveram entrar em greve, montando uma comissão de trabalhadores para coordenar a luta. Na tarde de quinta-feira, 22 de outubro, os grevistas se concentraram com carro de som em frente à Câmara de Vereadores da cidade, e decidiram manter a greve por tempo indeterminado. Passa Palavra

5 COMENTÁRIOS

  1. É isso aí! Autonomia operária neles! Fora sindicato pelego!
    O pessoal em luta apenas precisa agora montar uma ampla estrutura de apoios em outros movimentos e ter um esquema de auto-defesa, porque certamente os gestores vão partir para retaliações, demissões, perseguições, etc.
    O movimento precisa estar preparado para isto.

  2. Parabéns pela iniciativa [email protected] [email protected] da zona azul de floripa. É fundamental para a transformação da sociedade que nenhuma categoria, e a classe trabalhadora como um todo, fique a merce do monopólio – político, ideológico e econômico – da mobilização das lutas pelos sindicatos.

    Força para [email protected] na luta autônoma e combativa!

    Saudações e abraços

    Neto

  3. A luta contra a privtização foi vencida pelos trabalhadores, O Sr prefeito Dario Berguer não poderá comprar mais uma empresa pra lucro proprio, mais como já esperado já começou as perseguições e demissões, dia 12/11 já foram demitidos alguns e já está na lista mais gente, pois a AFLOV a associação q administra hj já está ligando para os funcionarios e mandando eles comparecerem no RH. Seu Dario deve estar adorando ver o aumento do desemprego em florianopolis pois são 294 familias q trabalham na Zonazul, proximas eleições fiquem de olho aberto qd votar,além do presidete da camara de vereadores sr Jean loureiro q tb se fez de amigos dos trabalhadores dizendo dar apoio,q nada está tb envolvido nisso, ele q pense se ele quer ganhar mais votos, vai ter q esperar sentado!!!!

  4. Como sempre a corupção prevalece, e o trabalhador é quem paga…
    Dário não conseguiu privatizar,nãoconseguiu criar mais uma empresa dos Berguer como fez na palhoça com a Zona verde, agora começou com perseguiçoes, assédio moral aos pobres trabalhadores que só lutaram pelos seus empregos, o tal gerente da Zonazul nem bom dia por educação está dando aos funcionários que fizeram greve, muito bonito isso (ASSÉDIO MORAL). Parabéns aos funcionários que lutaram e pêsames aos fracassados q desistiram.

  5. É uma vergonha o trabalhador ter que lutar pelo emprego, enquanto os politicos responsáveis por isso, lutam contra.
    Fiquei sabendo que no dia 3/11 quando foi votado na camara de vereadores contra a privatização, foi criada algumas emendas que poderia dar garantias de emprego aos funcionários da Z.A e nessa votação empatou 8 X 8 e o presidente da camara sr. JEAN LOUREIRO desempatou o voto, dando o voto para a não garantia de emprego as funcionários, isso que quem elegeu ele ao cargo que está hoje foi o pobre do povo trabalhador.Mais mais eleições estão por vir!!! Espero que esses 294 funcionários se unam com seus familiares pra fazer campanha contra esse JEAN…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here