#ff0000;">
CONTRA O AUTORITARISMO DO DIRETOR LEANDRO!
TODOS AO ATO NA EEFD – TERÇA -FEIRA 22/01/13 – CONCENTRAÇÃO AS 9:30H

 

A EEFD vive uma situação de anormalidade: desde o final do ano passado o Diretor abriu um processo de PERSEGUIÇÃO POLITICA ao movimento estudantil em nossa escola. Parte disso foi colocar a Policia Militar para retirar das dependências da escola um estudante regularmente matriculado (Rian Rodrigues), fechar arbitrariamente uma pós-graduação e destituir seu coordenador. Inadmissível que algo desse tipo aconteça no interior de uma das maiores Universidades do país. Resolver divergências políticas na condução da gestão da unidade com a força do aparato policial militar é um atentado à democracia da Universidade.

A situação com o curso de pós-graduação envolveu, também, um episódio de assedio moral ao seu coordenador. O diretor intimou o professor a afirmar que Rian Rodrigues não era estudante e, ao receber resposta negativa, o destituiu do cargo de coordenador e decretou sumariamente o fim da pós, algo que não é de sua competência. Por intervenção da Reitoria a pós mantém seu funcionamento a revelia do querer do Diretor, que impediu a entrada de professores e alunos no prédio e proibiu seu acesso às salas de aula.

O Diretor Leandro Nogueira continua o processo de perseguição política abertamente. Na volta do recesso convocou uma Congregação extraordinária com pauta única: “Aplicação de sanção disciplinar aos estudantes”. Não compactuamos com essa postura e, portanto, não legitimamos aquele espaço, que não ocorreu devido a falta de quorum. Mesmo assim o Diretor prosseguiu na tentativa de criminalizar o movimento e chamou os estudantes para uma reunião com a direção com o intuito de puni-los, da qual também não participamos.

Frente a isso, o CAEFD deu entrada com processo junto às instâncias superiores da Universidade para que possam tomar as medidas necessárias diante dessa situação inconcebível numa universidade pública. Importante destacar a postura de diálogo e disposição para discussão do tema por parte da Decania do CCS. Compreendendo a situação como um problema grave, a Decania chegou, inclusive, a disponibilizar as dependências do Centro para que o curso de pós se realize. Por outro lado, a Reitoria de nossa Universidade ainda não se posicionou diante de tais acontecimentos, e nem sequer chamou-nos para reunião que solicitamos. Acreditamos que a intervenção imediata da Reitoria nessa situação é indispensável, e, portanto, continuamos solicitando a reunião.

Porém, mesmo dando entrada com processo junto às instâncias superiores, o movimento estudantil não pode esperar calado! Não podemos aceitar como normal a postura autoritário de um Diretor que chama a PM para resolver qualquer tipo de impasse político instituição. Entendemos que, diante desse cenário, não há qualquer possibilidade da continuidade do Professor Leandro Nogueira a frente da Direção da EEFD, portanto, exigimos a exoneração do cargo de Diretor!

Precisamos dar uma resposta a todo esse autoritarismo. Nesse sentido, o CAEFD convoca todos os estudantes, professores e funcionários da UFRJ, assim como militantes de movimentos sociais e todos aqueles que defendem uma universidade pública e democrática, para o ato publico contra o autoritarismo do Diretor Leandro na próxima terça-feira (22/01/13), na própria EEFD. Mostraremos que os estudantes não aceitam esse autoritarismo! Reivindicamos:

• A exoneração do diretor Leandro Nogueira do cargo de diretor da EEFD!
• Repudiamos a entrada da Polícia Militar na unidade para retirar um estudante!
• Nenhuma punição aos estudantes!
• Reivindicamos a validade da pós-graduação em Pedagogia Crítica da Educação Física e a legitimidade de seu professor coordenador!
• Reivindicamos o livre trânsito, na universidade pública, de alunos,ex-alunos, integrantes da comunidade universitária e cidadãos em geral!
• Reafirmamos a legitimidade do Centro Acadêmico de Educação Física e Desportos (CAEFD-UFRJ), sua participação nas instâncias decisórias da unidade, e defendemos o livre exercício político pelo movimento estudantil da universidade sem quaisquer sanções disciplinares!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here