FLAGRANTES DELITOS

Golpeando o matriarcado

Em Janeiro deste ano de 2019, em Lisboa, Portugal, foi condenada a seis anos de prisão uma mulher que, não aceitando o fim da relação com a companheira, a sequestrou, injectou-a com anfetaminas, violou-a com um pénis artificial e ainda lhe roubou 280 euros. Um caso único, uma anomalia? Segundo o Diário de Notícias de 29 de Março de 2017, contavam-se por mês em Portugal, um pequeno país, três mulheres agredidas pelas suas companheiras em relações lésbicas, um número que chegara a 43 vítimas em 2016. Em 65 casos de violência doméstica nas relações homossexuais, dois terços das vítimas haviam sido mulheres. Desde Janeiro de 2017 e até ao final de Março, o Serviço de Apoio a Vítimas LGBT da ILGA (Intervenção Lésbica, Gay, Bissexual e Transgénero) teve 20 contactos presenciais e mais de 50 pedidos de ajuda por telefone, e-mail ou Skype. Passa Palavra

CARTOONS - PP.TV

Apesar do fim

video
O vídeo é um registro das impressões de trabalhadores e trabalhadoras de um bairro da periferia de São Paulo seis meses após a posse de Jair Bolsonaro. Por Carolina Catini e Renan Oliveira

BRASIL

Adoecimento na Livraria Cultura de Brasília

Sentia o medo constante lá dentro. Porque existia a política baseada na fofoca. Se um funcionário ou cliente falasse algo negativo em relação a outro funcionário para a gerência, o acusado seria punido, mesmo sem a apuração de fatos.

MUNDO

As mesmas farsas argentinas: paralisações de 30 de Abril e 1...

O balé e as farsas são um exercício de transformar as pressões “dirigentes-trabalhadores” em ferramenta para renegociação de acordos “sindicatos-Estado-empresários”. Por Primo Jonas

ARTES

Para uma educação do olhar cinematográfico: visitando “O Olhar de Michelangelo”...

Cabe ao cinema tornar visíveis e audíveis as forças invisíveis e inaudíveis. Por José de Sousa Miguel Lopes

ACHADOS & PERDIDOS

Wir arme leut! / Desgraçados como nós!

Por Paulo Sampaio Publicado originalmente aqui em 6 de junho de 2019. A desregulamentação do trânsito é sinceramente desejada, mesmo que todos saibam que ela aumentará...

IDEIAS & DEBATES

Disk Revolta: questões sobre uma tentativa recente de organização em call...

Por Um grupo de militantes Ao longo de 2017, alguns camaradas tentaram organizar lutas em empresas do setor de telemarketing. Uma parte dessas pessoas precisava...

MOVIMENTOS EM LUTA

video

10 Maio 2019 [BAHIA]: Justiça para Pedro Henrique

Por 16 Beats, Infoguerra, Carlos Rincon e Diogo Tavaris PEDRO HENRIQUE é o nome do jovem organizador da CAMINHADA DA PAZ, realizada em Tucano, pequena...

AUTORAIS

Bolsonarismo: a ala insurgente da direita brasileira?

A grande maioria das forças de esquerda segue subestimando a força do bolsonarismo em virtude da debilidade da pessoa Jair Bolsonaro. Por Passa Palavra

TRADUÇÕES

“Mira como ha cambiado la cosa”

Jair Bolsonaro es un nombre inexacto, pero potente, justamente porque fue capaz de combinar esa escalada represiva con la rebeldía social liberada en 2013. Por un grupo de militantes

MAIS LIDOS

Pacto de Mediocridade: a guerra subterrânea dos trabalhadores da Livraria Cultura...

Eles colocaram o pior gerente que eles podiam colocar, o mais maldito, o mais filha da puta pra gerenciar a loja. E aí ok, a gente não ia deixar barato também! A gente começou a bolar jeitos de provocar esse gerente, de provocar o pessoal da gestão, enfim, era a única coisa que a gente podia fazer.