Com a popularização dos serviços de aplicativo, surgem novas formas de exploração – e novas formas de luta. Por Passa Palavra

Nos últimos anos, com a popularização dos smartphones, assistimos ao surgimento de aplicativos para todo tipo de serviço. Mais do que deixar “as pessoas mais conectadas”, como se diz, esse processo traz novas formas de exploração. Nesta série, procuramos reunir experiências e reflexões de trabalhadores sobre as condições de trabalho nesse setor e, principalmente, sobre os conflitos.

Se você também trabalha numa empresa de aplicativo e quiser compartilhar sua experiência, envie-nos um depoimento – garantimos o anonimato.

Mobilizações

Tour de grève: paralisações globais na Deliveroo

Durante o mês de janeiro os entregadores da Deliveroo fizeram greves em Hong Kong, Berlim, Holanda e Bélgica. Por Passa Palavra

Entregadores da Deliveroo: “nós somos contra a escravidão”

Os entregadores alegam que esta nova forma de contratação trará ainda mais insegurança e precarização. Por Passa Palavra

Luta nos aplicativos: Paralisação dos motoboys da Loggi em São Paulo

Contra a redução do pagamento das corridas, os trabalhadores da Loggi fizeram a primeira paralisação numa empresa de aplicativo no Brasil. Por Passa Palavra

Luta nos aplicativos: A greve da Foodora na Itália

A imagem da “economia compartilhada” começou a ruir quando os trabalhadores reagiram à redução do pagamento das entregas. Por Struggles In Italy

Luta nos aplicativos: Organização dos trabalhadores da Deliveroo e UberEATS em Londres

Ao burlar os direitos garantidos em lei, essas empresas perderam a proteção legal que restringia a organização por local de trabalho, transformando a fraqueza da precariedade numa força. Por Jamie Woodcock

Motoristas param distribuidora de combustível em Goiás

Trata-se, talvez, de um primeiro sintoma de lutas nos aplicativos e de solidariedades inauditas que ainda estão por vir. Por Passa Palavra

Relatos de trabalhadores

Luta nos aplicativos: Relato de uma trabalhadora do call center da Uber

A famosa empresa segue o raciocínio do famoso pão e circo, e assim permanece soberana e intocável. Por uma trabalhadora

Reflexões

Uberização do trabalho: subsunção real da viração

O Uber torna evidente a tendência de transformação do trabalhador em microempreendedor e em trabalhador amador produtivo. Por Ludmila Costek Abílio

Um debate sobre a economia dos bicos no Brasil

Dois camaradas trocam opiniões sobre a economia dos bicos no Brasil, apontando algumas particularidades do fenômeno. Por Paranauê e Camará

Resenhas

Comentando o livro “Uberização”, de Tom Slee

O livro é uma excelente contribuição para aqueles que saíram da fase do entusiasmo e agora se colocam junto aos trabalhadores e citadinos contra a precarização da vida. Por Daniel Caribé

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here